como entrar em uma universidade americana

Conheça os 8 principais passos de como entrar em uma universidade americana

Aprenda os principais passos de como entrar em uma universidade americana e prepare-se para um futuro promissor! 

Você sabia que mais de 302 mil estudantes brasileiros já foram realizar seus estudos no exterior? Segundo a Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (Belta), o mercado da educação no exterior vem crescendo periodicamente. Cada dia mais, estudantes brasileiros encontram oportunidades para profissionalizar seus estudos e conquistar um futuro promissor.

Pensando nisso, a Genium High School preparou um conteúdo completo sobre como entrar em uma universidade americana para você. Pegue a pipoca, sente-se no sofá e aproveite esta leitura incrível! 

No competitivo mercado de trabalho em que vivemos, empresas do mundo todo buscam por profissionais que atendam a requisitos únicos. Um deles é a mentalidade global, capaz de resolver problemas e propor soluções baseadas na experiência internacional. 

As empresas valorizam muito profissionais que tenham algum tipo de vivência no exterior, e com isso, o ingresso em uma universidade americana é uma ótima oportunidade para ter um futuro promissor!

De acordo com o Council of Graduate Schools, a porcentagem de brasileiros aceitos em universidades americanas aumentou aproximadamente 13%. Ou seja, cada vez mais, estudantes estão se profissionalizando lá fora.  

Por que entrar em uma universidade americana?

Existem diversos benefícios para jovens brasileiros ingressarem em uma universidade americana. Desde a qualidade de ensino até a valorização da educação internacional, as universidades americanas, como Harvard, Yale, MIT, Stanford e Columbia possuem reconhecimento mundial no que se diz respeito a educação. E para ter a chance de ingressar em uma dessas universidades, é necessário ter muita dedicação e esforço! 

A mentalidade global é uma das competências que empresas do mundo todo buscam em profissionais, especialmente nas multinacionais. Muitas vezes, essas organizações precisam estabelecer contato com pessoas de localidades distintas, e para isso, buscam por profissionais com currículo internacional. Você já pensou no diferencial que seria colocar em seu portfólio profissional que você cursou sua graduação em uma universidade americana? 

Os benefícios de entrar em uma universidade americana parecem não ter fim: professores de altíssima qualidade, experiência única e diferenciação no mercado. Mas, como entrar em uma universidade americana? 

Como entrar em uma universidade americana? 

Que o ingresso no ensino exterior tem muitas vantagens você já sabe. 

Muitos estudantes fazem esta pergunta e não encontram soluções, mas sim algumas dificuldades no meio do caminho. Como dito anteriormente, são necessárias algumas características para facilitar o processo de ingresso, mas existem muitos pontos positivos para que alunos brasileiros possam ingressar em uma universidade. E então, como entrar em uma universidade americana?

Requisitos de como entrar em uma universidade americana

O processo de como entrar em uma universidade americana é bem diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil: lá eles valorizam atividades extracurriculares, histórico escolar e até mesmo a prática de esportes. Será necessário realizar uma prova para testar seus conhecimentos, mas os outros requisitos terão importância da mesma maneira. 

Para alcançar esse sonho, você precisa apenas ser você mesmo (a). Mais do que alunos com boas notas, as universidades americanas buscam por pessoas que mudem o mundo. Existem casos de alunos aprovados em universidades americanas que realizaram atividades de cunho voluntário, deram aulas para comunidades carentes e participaram de competições escolares, como as olimpíadas. 

Como entrar em uma universidade americana: confira 8 dicas

Tendo em mente todos os requisitos de como entrar em uma universidade americana, você precisa saber qual o passo a passo que deve seguir para saber como entrar em uma universidade americana. Confira as 10 principais dicas: 

  1. Planeje-se desde o começo 

Saber que você possui o sonho de estudar fora te coloca na frente! Isso te ajuda a se preparar durante o ensino médio, desde o 1o até o 3o ano, fortalecendo seu histórico escolar e realizando atividades que contam pontos para as universidades americanas.

É muito importante que você seja fluente em inglês, e caso ainda não seja, dar início às aulas. Praticamente todas as universidades realizam um teste de nível, afinal, se você vai estudar em uma universidade americana, precisa saber o idioma nativo. As universidades americanas exigem um certo nível de fluência do candidato, e para atingir esse objetivo, você pode realizar os testes IELTS ou TOEFL. Ter um diploma de High School norte-americano também pode servir de certificação de fluência na língua inglesa para muitas Universidades, dessa forma o aluno, mesmo sendo estrangeiro, não precisa realizar esses testes.

Os acertos das provas dependem do curso pretendido e da universidade escolhida. Informações como essa você encontra nos portais das universidades. 

Para bolsas de estudo, opções de financiamento ou valor das mensalidades, você pode consultar os portais da universidade e os requisitos necessários. 

Para um caminho melhor, a Genium High School oferece os serviços do Conselheiro Americano. Ele é o profissional responsável por te apresentar opções de bolsas de estudo em universidades americanas. Para saber mais sobre o Conselheiro Americano, clique aqui

  1. Escolha uma universidade que seja do seu interesse e confira os principais requisitos 

Para começar, pesquise pelas principais universidades americanas e verifique quais os processos de seleção delas, verificando também os cursos disponíveis que sejam de seu interesse. É muito importante ter em mente mais de uma universidade disponível e se atentar aos detalhes solicitados no processo de inscrição. Estes processos podem mudar de uma universidade para outra. 

  1. Tenha um bom histórico escolar 

Apesar das mudanças em processos de admissão, o histórico escolar é um requisito que praticamente aparece em todas as solicitações de documentos pelas universidades americanas. No caso delas, é necessário ainda realizar uma transcrição do seu histórico e de todos os documentos, feita por um profissional certificado. Em algumas escolas, é possível solicitar o histórico em inglês para o application. Por isso, é sempre bom ter um 9 ou 10 no seu boletim! 

Se você já teve um 7 no seu boletim, não tem problema! As universidades analisam diversos quesitos, e caso encontrem notas melhores em uma determinada área, irão considerar que aquele ramo é o mais indicado para você. 

Mas, a melhor opção para ter o seu histórico escolar aceito em uma universidade americana é cursar o High School no Brasil. Isso porque você estuda matérias do currículo norte-americano em paralelo com os estudos do ensino médio, fortalecendo o aprendizado e criando um diferencial único. Ao final do curso, você recebe um diploma válido nos Estados Unidos e reconhecido em todas as universidades de lá, sendo este o passo mais importante para quem deseja entrar em uma universidade americana. Para saber mais sobre o High School no Brasil, clique aqui: www.geniumhighschool.com.br/contato 

  1. Prepare-se para a prova SAT ou ACT 

O Scholastic Assessment Teste (Teste de Aptidão Escolar) é um exame americano com 5 matérias: inglês, matemática, ciências, história e línguas estrangeiras, que classifica os estudantes para a universidade. Não confunda a prova SAT com o vestibular. Ela apenas verifica se os estudantes estão prontos para a universidade, e deve ser feita por estudantes brasileiros também! 

O ACT segue a mesma linha da prova SAT, mas com matérias mais específicas e opções de redação para prova escrita. 

Apesar de ser obrigatório, você poderá realizar apenas uma parte da prova, dependendo da instrução da universidade que você se inscreverá. Por exemplo, se você quer cursar Letras, poderá realizar o teste de inglês e línguas estrangeiras, apenas. Como dito anteriormente, essa questão varia de acordo com as normas da universidade, e por isso, é fundamental consultar as regras de cada universidade. 

Além do SAT ou ACT, a universidade pretendida pode pedir o SAT II, referente a avaliação de conhecimento em uma área apenas. As provas são realizadas no Brasil várias vezes por ano, e para realizar o seu sonho de entrar em uma universidade americana, é preciso estar atento (a) a este calendário! 

Você deve se atentar também ao valor das provas e suas taxas, que podem custar aproximadamente R$480 reais. Por isso, não deixe de montar uma reserva financeira! 

  1. Prepare sua carta de recomendação 

A carta de recomendação é uma ferramenta que as universidades americanas valorizam muito. Às vezes, valorizam ainda mais do que as notas em seu histórico escolar. Você não vai querer deixar ela de fora da sua estratégia, certo?

Para fazer uma boa carta de recomendação, você deve contar com um texto no qual as informações sobre você sejam as mais positivas possíveis, destacando como você trouxe soluções para a sua comunidade e resolveu problemas de uma forma criativa.

Normalmente, o ideal é que sejam feitos três tipos de carta de recomendação: uma do coordenador da sua escola e duas de dois professores, de preferência, os professores relacionados as matérias do curso pretendido, afinal, são duas autoridades falando de você, isso impressiona e te qualifica.

Essas cartas devem ser redigidas pela pessoa que está te recomendado e em inglês. Uma boa dica é destacar suas atividades dentro e fora de sala e como você lidou com ela. Por exemplo, em uma palestra da escola, você foi o líder que conduziu a turma durante o congresso. Destacar características como estas é imprescindível. 

Não se esqueça de fazer algumas perguntas antes de pedir a sua carta de recomendação: como você mudou a rotina e a vida de colegas e professores? Como criou soluções para um mundo melhor? Como as suas ideias fizeram diferença? São essas respostas que a universidade americana considera viável. 

  1. Faça uma redação de intenção 

Ao longo da leitura deste conteúdo, você deve ter percebido que o que as universidades americanas realmente buscam é por um aluno que agregue à universidade. Para reafirmar ainda mais o motivo da universidade te escolher, você deve preparar uma redação de intenção. 

Neste conteúdo, você irá explicar o porquê deseja fazer o curso na universidade escolhida, por que escolheu a profissão e como você tem se preparado para isso. Coloque toda a sua paixão e o seu sonho nessa redação. Não se esqueça de citar como sua trajetória profissional ajudou a construir o futuro que você deseja. Isso conta muito! 

Mostre na redação o que não está no seu currículo, histórico escolar ou carta de recomendação. Conte sua história profissional com suas próprias palavras. O texto deve estar em inglês e impressionar os leitores. Fuja do comum! 

  1. Inscreva-se! 

Com todos os documentos e materiais em mãos, chegou a hora de dar o primeiro passo. Faça uma revisão de tudo o que é necessário, conferindo sempre as exigências da universidade em primeiro lugar. 

Após a inscrição, algumas universidades podem solicitar entrevistas presenciais ou por telefone. Acalme-se! Isso faz parte do processo, e se você deseja estudar em uma dessas universidades, deve se preparar para fazer uma entrevista de sucesso. 

  1. Faça o High School Genium 

Com este blog, você aprendeu que entrar em uma universidade americana requer dedicação, esforço e muito empenho para conquistar boas notas e aprovações. Se você está cursando a 8a série até o 3o ano, temos uma ótima notícia para você: você pode fazer o High School Genium! 


A Genium é uma instituição de High School no Brasil, e prepara os alunos para a universidade norte-americana, desde o processo da fluência no inglês as habilidades exigidas nos testes. O destaque é o nosso diploma de High School nos EUA, reconhecido em todas as universidades norte-americanas. Com ele, é possível substituir alguns exames, como o TOEFL e o IELTS. O High School é um passo imprescindível para entrar em uma universidade norte-americana, e se você se interessou, saiba mais em: www.geniumhighschool.com.br

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email